Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

PORQUE É QUE AS ROSAS TÊM ESPINHOS?

Na época em que as rosas ainda não tinham espinhos havia uma menina, Marina, cuja melhor amiga era uma linda Rosa. Todas as manhãs, antes de ir ara a escola, ia falar á flor. Quando voltava da escola, os eus primeiros pensamentos eram para a sua Rosa. Ia a correr pôr a mala no quarto e corria para o fundo do jardim, onde a flor a esperava. A menina contava então o seu dia à Rosa, que a escutava agitando as pétalas suavemente ao vento.

A flor era feliz. Marina também.

Depois chegou o Verão e, com o calor do mês de Julho, o dia de anos de Marina. Naquela manhã, ao levantar-se, pisou um enorme embrulho e apressou-se a abri-lo.

Espantada, Marina descobriu então, agachado no fundo de uma caixa de madeira, um engraçado ouriço que a olhava admirado. Deu-lhe o nome de PimPome, louca de alegria, pô-lo com muito cuidado no tapete do quarto e começou a brincar com ele.

Procurou nas suas coisas, descobriu um fio de lã, atou-lhe uma bolinha de papel e sacudiu-o à frente do focinho do ouriço. Este primeiro um pouco assustado, entregou-se rapidamente à brincadeira.

Nesse dia a menina não foi falar à rosa, nem contar-lhe histórias, nem sequer regá-la. Muito feliz por ter encontrado um novo amigo, esqueceu-se completamente da flor. Os dias passaram, depois as semanas... Marina e PimPom passavam a maior parte do tempo a brincar juntos, enquanto que ao fundo do jardim, triste e cheia de sede, a rosa murchava pouco a pouco...

Num dia bonito, Marina pôs o ouriço num cesto e levou-o ao bosque, para jogarem às escondidas. Quando foi a vez de PimPom procurar a menina, o ouriço enfiou-se por sebes e silvados. Infelizmente deu de caras com um enorme lobo que o comeu. Chegou a tarde e Marina, preocupada por não encontrar o ouriço, procurou-o durante muito tempo no bosque, mesmo depois do pôr do Sol.

Só no dia seguinte, ao aproximar-se da árvore onde no dia anterior tinha deixado PimPom para se ir esconder, é que ela descobriu os espinhos do ouriço. Era tudo o que restava do pobre PimPom.

Cheia de medo, Marina voltou a trás. Quando chegou a casa atirou-se para o sofá, olhando através das lágrimas o fogo que ardia na lareira. As horas passavam sem que a menina se mexesse. Recusava alimentar-se e todas as tentativas para a consolar eram em vão. Mas de repente as chamas começaram a dançar mais na lareira e desenharam uma rosa. Marina lembrou-se então da flor que tinha abandonado. Levantou-se logo e correu para o fundo do jardim.

Infelizmente, o calor do Verão parecia ter acabado com a rosa, cujo caule muito seco se dobrava miseravelmente. Chorando, Marina foi a correr encher o regador.

Mas, que surpresa! Para sua grande alegria, a flor pouco a pouco ganhava forças, recuperando a sua cor rosa. Mas Marina tinha a impressão de que alguma coisa tinha mudado. Debruçou-se um pouco mais sobre a flor e viu que o seu caule estava agora coberto de minusculos espinhos, como o seu ouriço.

A partir desse dia, todas as rosas têm espinhos. E todas as pessoas que se picam neles lembram-se de que, há muito tempo na época em que as roseira não tinham ainda espinhos, uma rosa quis, para agradar a uma menina, lembrar-lhe um ouriço.

 

publicado por ana-e-historias às 23:05
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Gostaram?

OLÁ Que tal estas histórias? Já tinham lido ou ouvido? Deixem os vossos comentários e eu vou cumprir a minha parte e ...

Ler artigo
publicado por ana-e-historias às 23:14
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

O CHA DE TILIA

Na Idade Média havia grandes castelos, rodeados de água. Os cavaleiros treinavam-se no uso de armas; as castelãs admirav...

Ler artigo
tags: , ,
publicado por ana-e-historias às 22:22
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

O LIRIO

Naquela época, há muito tempo, vivia um pastor. Esse pastor chamava-se Martim e vivia numa casinha à volta da qual salti...

Ler artigo
tags: ,
publicado por ana-e-historias às 21:52
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Em Breve

Gostaria de saber porque os lirios se parecem com campainhas? Pois não perca já amanhã toda a verdade.

Ler artigo
publicado por ana-e-historias às 16:55
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Apresentação

Boa Tarde O meu nome é Ana e iniciei este blog para dar a conhecer algumas historias pouco conhecidas. Sou de perto da S...

Ler artigo
sinto-me:
publicado por ana-e-historias às 16:40
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PORQUE É QUE AS ROSAS TÊM...

. Gostaram?

. O CHA DE TILIA

. O LIRIO

. Em Breve

. Apresentação

.arquivos

. Julho 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds